Páginas

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Cantiga de ninar

E a vida vai passando tão rapido que começo esse post faltando 4 minutos pra acabar a ultima terça do ano e nao sei se terminarei a tempo. Penso em tantas coisas que comecei sem tempo, que resolvi abraçar o mundo quando meus braços ja estavam cansados de se esticar na esperança de encontrar um abraço que o aliviasse.
E o mundo gira mais rapido do que se possa controlar. Fico tonto com seu balanço. Fico tonto com sua sinceridade e com o seu olhar. Me perco nessas voltas, me encontro, te perco, me reencontro, me ausento.
Vou pra longe sem sair do lugar. Desejos e mais desejos, porque fantasias fazem parte da vida de qualquer um.
Talvez a vida seja uma grande fantasia e entao um dia acordaremos para a realidade que nos espera, mas será diferente do que costumamos pensar em acordar...dessa vez teremos que fechar os olhos, por um bom tempo...longo tempo.
Nao sei se há cantigas de ninar, nem sei que historias nos contarao. Nenhuma? Se a realidade é realmente verdadeira entao nao deve haver contos de fadas.
Tic tac tic tac. BUUUM, acabou a ultima quinta de 2010 e meus pensamentos continuam me atormentando. Sorrio, projeto minha tristeza em algo concreto. Palavras. Silêncio. Tic tac. "Dorme bebê do meu coração".
Vou embora nas estradas tortuosas que a vida nos obriga a andar. O caminho eu escolhi, a direção pode nao ser a certa, mas um dia chego lá. So acompanhado pelo som que a vida canta...a melodia da minha vida.
E o tempo voa, mais rapido do que eu possa controla-lo.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Chuugi

Antes dos outros com voce mesmo
Respeitar seus próprios principios
Ser o mais honesto possivel
Estar disposto a entregar a vida
E dedicar...dedicar...e novamente dedicar!
Lealdade, isso é tao raro hoje em dia.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Kiai

Grite e nao silencie mais sua voz. 
Estoure as barreiras do som
Ria. Cante. Discuta.
Nao guarde palavras para você
As pessoas querem ouvir
O som que vem de dentro
Kiai. E sua força triplicará

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Doryoku

Empenhe-se seja qual for a causa ou a situação. 
Nao importa o seu adversario ou as barreiras que tenha que vencer. 
Supere seus limites, se aproxime de Deus. 
Conquiste. Absorva.
O mundo nao espera mais nada além disso.
Tenha esforço e alcançarás o melhor lugar onde se pode chegar.
E se nao houver pódium mesmo assim sorria
Tendo empenho, já é um vencedor

domingo, 26 de dezembro de 2010

Natal


Hoje é Natal! Recordamos o nascimento do menino Deus, aquele que nasceu no silêncio e na humildade, fruto do amor e da doação. Filho do SIM.
Hoje é Natal e muitos se esquecem do principal motivo dessa festa. Esquecem de dar parabéns para o aniversariante ou de convidá-lo para cear.
Hoje é Natal e Jesus está sozinho em tantos presépios, esperando nosso olhar para Ele. Esperando que nos juntemos aos reis magos e seus pais para adorá-lo. Esperando o nosso SIM para que Ele nasça em nossos corações.
Hoje é Natal e tantas pessoas também estão sozinhas em seus presépios. Estão refletindo o rosto de Jesus nas ruas, nos asilos. Estão ali na esquina olhando para sua festa e você não os viu.
Hoje é Natal e muitos estão esperando por um presente seu. Algo que o dinheiro não compra mas que é difícil ser doado. Um sorriso, um abraço ou simplesmente um olhar. Algo que ilumine muitas vidas esquecidas pelo tempo.
Hoje é Natal, então ame, perdoe, abrace, sorria. É a festa da vida. É a festa da luz. Talvez você mesmo tenha se esquecido disso, mas Jesus que ser o convidado especial da sua vida hoje e sempre e quer trazer esperança de dias melhores para você e toda sua família, só está esperando o seu SIM.
E quando suas forças se esgotarem, no silencio do seu coração faça uma prece humilde, pois o nosso Deus está em nosso meio, nascendo nesse Natal na pobreza querendo deixar a sua vida mais rica com a presença Dele.
Um feliz e santo Natal, pra você e sua família.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Longos dias


Todo ano eu ensaio para escrever algo sobre tudo o que vivi e não consigo, mas tentarei em breves frases descrever tudo o que vivi.
2010 começou confuso pra mim, não sabia que rumo tomar, se meus planos dariam certo, o que faria e com quem ficaria. No começo do ano eu até desejei que ele não existisse tamanho era minha decepção.
Mas decepções nos ensinam, e o menino precoce se viu mais uma vez obrigado a crescer antes da hora. Amadureci, meus sonhos, minha personalidade, meus sentimentos. A semente teve que morrer para virar arvore, sofrendo as demoras da vida.
Nesse ano conheci pessoas muito importantes para meu progresso. Veio a faculdade com seus sabores e dissabores. Vieram novos amigos, os velhos se achegaram, alguns partiram.
Me revoltei com Aquele que sempre esteve do meu lado. Fui embora sem nem pedir minha parte da herança, julgando que Ele não tinha nada para me dar. Tolinho. Logo voltei para meu lugar, e nossa relação também amadureceu muito com tudo isso.
Consegui elaborar minhas perdas, consegui vencer e fazer de 2010 um dos melhores anos da minha vida. Saio dele com a cabeça erguida, com o coração radiante. Tenho a certeza de que as coisas aconteceram na hora certa e que cada destino que cruzou com o meu teve seu motivo e saiu de uma forma diferente.
Meu agradecimento a você que sempre esteve ao meu lado, e há quem permaneceu por pouco tempo assim. A você que veio buscar algo e deixou um pouco também. E o barco vai seguindo no mar, estamos tão diferentes mas temos tempo suficiente para ser quem quisermos, mas nunca esqueça-se a vida é tão imprevisível, viva o hoje, porque um ano é feito de muitos dias vividos.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Combustão

Quem brinca com fogo uma hora se queima....
 E quando vale a pena se queimar?

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Ato 3 - Cena 7

E é quando o mundo mostra o seu tamanho em cima dos nossos pequenos sonhos, quando perdemos a força das nossas pernas e somos guiados pelo nosso coração ou por um impulso que as pessoas chama de razão. Nesse momento é que percebemos que nada somos além de gotas perdidas que caem na solidão do deserto, tentando regar com um pouco de amor uma terra seca...seca de esperança e de compaixão.
E nos assustamos quando as pessoas olham com o olhar que acusa, esperando ainda receber o abraço de apoio que se negam a nos dar, e entao pensamos que a vida poderia ser bem diferente, mas que nao teria o mesmo sabor e nem mesmo compensaria os sofrimentos se nao fosse pelo unico motivo que nos motiva a viver.
Busca-se uma pureza, ou uma beleza onde nao há. Olham como se fosse algo diferente quando no fim é mais igual do que se imaginava no começo e entao percebe-se que o final da historia nao foi escrito ainda porque uma mao ansiosa por usar sua borracha tentou apagar o que o destino escreveu a caneta.
A pagina ficou borrada, pelas lagrimas, pelos gritos, pela indecisao. E o medo que antes era de outra coisa, agora tem motivos maiores do que podemos compreender. Vai saber em que compasso a musica retornará ao seu ritmo, ou em que abrigo nos abrigaremos em meio as tempestades que encontramos nesse caminho solitario, marcado pela presença de muitos rostos silenciosos.
E a felicidade foi vendida para poupar a vida daqueles que em momento algum pensaram em nós. Entao percebemos que esse amor que habita no silencio, nao pode ter seu nome revelado, porque assim como no carnaval deve usar mascaras e esquecer quem era, e para quem foi um dia o motivo da existencia, mesmo que agora no silencio seja gritado aos quatro cantos do mundo, na esperança de que em algum lugar o eco retorne mudando todo o cenario desse ato que até entao foi o mais triste da peça.
Porque viver nao é representar...amores..que rimam com dores e perdem suas cores....porque viver é um grande esperar....perdendo seus sabores, trocando seus valores, esquecendo de onde ficaram as flores...porque viver nao é representar...amores que trazem dores só podem entao um dia produzir flores!

Recado

"Se não for pra me fazer voar alto, nao me faça tirar os pés do chão..."

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Espelho, espelho meu...


Ele já não reconhecia seu rosto em meio a tantas marcas que a vida havia deixado. Em seu olhar reinava uma dose de nostalgia misturada com o cansaço dos longos dias que vivera.
Cada marca tatuada em sua face lhe recordava pessoas e lugares que conheceu. Experiências boas e ruins em meio às torções que a vida nos reserva. Ele sabia que em algum lugar ainda havia o menino de tempos atrás. Mas não sabia em que ruga ele havia se perdido.
Sua historia era comum a todos, mas algo o fazia diferente. Esse algo que torna o coletivo em individuo e nos diferencia dos demais, nos dando a alegria e a dor se sermos únicos e sozinhos nesse mundo.
E naquele dia ao olhar o seu reflexo no espelho, o menino agora crescido chorou, como chorava no tempo em que não havia marca alguma em seu rosto. Chorou de saudade. Chorou de medo. Chorou por mim e por você.

sábado, 11 de dezembro de 2010

1 ano sem te ver

Ontem fez um ano que você se foi, e a saudade nao diminuiu em nada com esse tempo. Sabe, as vezes eu penso em voce mais do que achava que pensaria. A vida seguiu, as lagrimas diminuiram a frequencia, o vazio continuou.
Em alguns momentos eu olhos para os lugares e penso onde voce estaria. A cadeira que voce sempre sentava, o banco ao lado da casa, as suas invenções de bancos e cercas, o chapéu branco, e seu baralho.
Ontem eu tive a brilhante ideia de jogar baralho, e foi como se um filme passasse na minha cabeça. O nó na garganta tomou conta, e meu coração batia gelado e dolorido...senti vontade de chorar, mas segurei essas lagrimas.
Só entao me dei conta que ja nao lembro mais do seu cheiro e nem do som da sua voz, e me esforcei bastante para lembrar e nao consegui. Me perdoa? Eu te digo, nao esqueci do seu jeito e suas manias, mas me dói nao lembrar como era voce dizendo: "Toma aqui umas moedinhas pra comprar um doce"...
Eu queria que você vivesse mais pra ver como estao por aqui hoje, bom, de alguma forma voce até o sabe, mas seria diferente se voce estivesse por aqui. É contraditório dizer isso, mas a vida te levou...antes que eu te falasse das minhas poucas coisas de vida e voce me contasse mais historias da sua vida. Antes que jogassemos aquela partida e antes que eu tivesse te eternizado de uma forma mais real.
Cuida de nós onde estiver...

"A saudade é uma pessoa"

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Uma dose de solidão e silêncio

Existem momentos na vida em que ninguem poderá fazer nada por você, por mais que tentem. E quando isso acontece voce se fecha no seu mundo, buscando a direção correta para seguir sabendo que ela nao existe. A vida é cheia de contratempos e nao cabe a nenhum de nós tentar se esquivar deles.
Chego a conclusao que uma boa dose de solidao faz bem na medida em que olhamos para dentro de nós, longe das vozes que dizem quem somos, longe dos olhares que ordenam quem devemos ser. Sozinhos estamos protegidos dos outros, mas enfrentamos um inimigo maior que todos: nós mesmos!
E quando eu fecho os olhos eu só peço a Deus uma coisa, que mande estrelas para iluminar minha noite escura. Porque estamos no verao e eu estou sentindo frio. E eu escuto musicas mas nao encontro a melodia da minha vida.
E que se em algum lugar as coisas serao diferentes, estou pronto, posso partir...mas por enquanto só vivo no silencio!

domingo, 5 de dezembro de 2010

Domingo chuvoso

Porque é assim que tem sido...

Aprendizado pelas consequências

E num belo dia você aprende que nao é preciso fazer força para ferir um coração, basta ser doce o bastante para enganar. Aprende tambem que nao é necessario coragem para fugir dos seus problemas, pelo contrario, basta uma pequena dose de covardia para fechar os olhos à sua vida.
Aprende que por mais que as pessoas tentem ninguem consegue ser sincero o suficiente, que as mentiras sempre vao fazer parte da vida de cada um e que voce tem que aprender a interpretar o que estao tentando dizer por tras delas.
Voce aprende que nao adianta procurar pela pessoa certa, uma hora ela vai aparecer na sua vida e talvez da forma mais errada o possivel. Aprende que em um momento voce destroi o que levou anos para construir e que o tempo tem fundamentos que nao somos capazes de entender e que a nossa noção é relativamente limitada.
E um dia voce aprende que nunca aprendeu o suficiente para se defender dos imprevistos da vida, que somente passando por eles é que será capaz de aprender a como lidar.
Viver é isso, um grande aprendizado, mas muitos passam pela vida sem aprender nada que posso mudá-los ou fazer com que saiam um pouco melhor do que chegaram.

Dicotomia

Triste é nao perceber que a vida continua independente dos tropeços, independente das vezes em que a perna ja nao tem mais força para caminhar. Triste é nao perceber que as pessoas sempre estao esperando por um olhar, um sorriso ou apenas um "olá".
Triste é nao ver que ao lado existem problemas mil vezes maiores, e até mesmo menores e que ficar inerte perante eles nao irá resolver nada. Isso sim é triste.
Mais triste ainda é encontrar a mao que tem o encaixe perfeito, o perfume que tanto lhe agrada e o sorriso tantas vezes procurado e deixar que tudo isso desça pelo ralo restando apenas o medo de se entregar e a solidao.
Feliz aquele que fez loucuras por amor, que perseguiu e lutou até o ultimo momento, porque é triste ter a unica oportunidade da sua vida e nao aproveita-la.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Rafael Pereira


Conheci ele na primeira série. Meu melhor amigo. E desde cedo nossa amizade se mostrou diferente de todas. Fizemos o clube dos pais separados e tantas outras coisas naquele SESI. Depois nos afastamos, mudei de escola. Nos víamos na rua e fingiamos nao nos ver.
Um dia essa marmota chegou no Ivo e voltamos a estudar na mesmo sala, mas sem conversar. Até que um belo dia ele canta lá da frente "Tem gente que recebe Deus quando canta..." e eu lá do fundo respondo "...tem gente que canta procurando Deus". E foi assim que tudo voltou ao seu lugar.
Eu sei que nossa amizade continua sendo diferente de todas as outras, passamos dias sem conversar. Passamos por fases. A vida é assim mesmo. Só que ele me ensinou tantas coisas.
Hoje estamos na faculdade juntos, e ninguem acredita quando falamos que nos conhecemos desde a primeira série. 
É Rafael Pereira, ainda nao tenho todas as respostas dessa vida, mas quando souber te contarei.
E ah, quando você rasgou aquele cartao voce nao conseguiu rasgar o elo da nossa amizade!
Eu te amo, meu amigo!

Banho de chuva

Sol
Calor
Tempo nublado
Ventos
Chuva
Ouvir o barulho na janela
Ver crianças correndo na rua
Ir encarar a chuva pessoalmente
Banho de chuva
Alma lavada
Inicio de férias

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Simplesmente amar

E o mundo seria mais humano a medida que as pessoas deixassem de lado seus bloqueios e permitissem se amar. É o amor transformaria tudo, mas temos medo desse sentimento. Nao falo do amor éros, falo de ágape. Amor ao proximo. Amar quem você conhece é muito facil, o dificil é amar aquele que voce nunca viu.
Compaixao é sofrer junto, dividir os anseios e lagrimas, e conquistar a vitoria.
Ontem assistindo um programa de TV que falava sobre sem tetos, percebi mais uma vez o quanto estou acomodado diante do sofrimento alheio. Sim, por mais que trabalhe na causa social fica sempre aquela sensação de que nao faço o suficiente.
E quantas sao as pessoas que estao acomodadas diante do sofrimento alheio, tendo casa e comida, roupas e carros. Os outros? Ah, isso nao interessa. Vivemos na sociedade marcada pelo consumismo e egoísmo. Essa pode ser uma das causas de tantas doenças psiquicas, que poderiam ser resolvidas com o amor.
Mas vivemos, cada qual fechados em seus quartos, engolindo seus problemas, sem ter tempo de olhar no vizinho do apartamento ao lado e ver que ele precisa de apenas um sorriso para mudar a vida dele.
E assim o tempo vai passando, vivemos limitados como em cativeiros. Presos no egoísmo do nosso coração que anseia por libertar o amor que nele guardamos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...